Artigos marcados com Bruno
jul
17

Goleiro Bruno será punido e ficará 20 dias sem sair da cela

A Comissão Disciplinar do presídio Nelson Hungria decidiu nesta segunda-feira (16) que o goleiro Bruno Fernandes deve ficar 20 dias sem sair da cela por ter infringido as regras de segurança do complexo penitenciário. Bruno enviou uma carta à imprensa na última quinta-feira (12) por meio de seu advogado, sem passar pelo departamento da unidade que confere as correspondências.

O goleiro, que já sofria restrições desde a semana passada, foi ouvido nesta segunda-feira na comissão para apurar a questão e definir a punição.

Na sexta-feira (13), a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), de Minas Gerais, informou que o detento já não participaria do trabalho de faxina na unidade e ficaria recolhido na cela. O goleiro, que ocupa uma cela individual no complexo, também perderá, pelo período da punição, as duas horas de banho se sol diário a que tem direito.

A direção da prisão afirmou em nota que irá notificar a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) sobre a postura do advogado Rui Pimenta, que defende o goleiro e entregou a carta ao apresentador de um programa da TV Alterosa.

Na carta, o jogador declarou que é inocente e que seu “erro foi ter confiado em algumas pessoas”. O goleiro afirma que pretende cuidar do filho que teve com a modelo. “Bruninho tem sim um pai, sempre teve, e vou honrar esse compromisso perante a sociedade”, escreveu. Bruno reafirma que não tem nenhuma relação com o desaparecimento da modelo. “Nunca desejei, ordenei ou determinei, a quem quer que seja, o desaparecimento de Eliza Samudio”.

jul
2

Goleiro Bruno vira garçon na cadeia

Autor 0    Categorias Brasil     Tags , , ,

Atrás das grades há quase dois anos, o ex-goleiro Bruno, 27 anos, ainda tenta se adaptar à rotina de detento.

O jogador foi indiciado por homicídio triplamente qualificado, sequestro, cárcere privado, ocultação de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menores. Eliza está desaparecida desde junho de 2010, quando tinha 25 anos.

A rotina

6h – Acorda e abre a cela. Às 7h, serve o café da manhã aos presos: pão com manteiga, café e um pacote pequeno de leite.
8h – Faz faxina no presídio.
11h – Almoço. Normalmente come um tipo de carne (frango), além de arroz, feijão e salada, que são servidos em uma quentinha, e uma sobremesa — uma fruta, gelatina, ou um pedaço de doce.
13h – Volta a fazer faxina no presídio.
15h – Lanche. Suco artificial e pão com manteiga.
18h – Jantar, o mesmo cardápio do almoço.
19h – Volta para cela e vai ver TV, escutar rádio ou responder cartas de fãs.

“Ele acorda cedo, abre a cela e recebe um carrinho com o galão do café. Vai passando de cela em cela servindo o café nos copos dos presos”, revela Ângela Maria Rosa Sales, 46, tia de Bruno, que o criou junto com dona Estela, sua avó.

Depois do café, o ex-goleiro começa a faxina na penitenciária, pela qual recebe mensalmente 75% do salário mínimo, R$ 466,50. Mas é nas duas horas de sol diárias que ele relembra os tempos do futebol.

Nas horas livres, ele se atualiza com as notícias vendo TV ou escutando rádio. Mas não acompanha o futebol.“Ele não gosta de ver e chora quando tem jogo do Flamengo”, entrega a tia.

jun
6

Ministério Público Federal diz que goleiro “Bruno é de extrema periculosidade” e é contra sua soltura

Autor 0    Categorias Polícia     Tags , ,

O Ministério Público Federal (MPF) se posicionou contrário a uma possível soltura do goleiro Bruno Souza, réu no processo sobre o sumiço de Eliza Samudio, sua ex-amante, por considerá-lo possuidor de uma “extrema periculosidade” e capaz de influenciar os demais réus caso seja solto.

O advogado Rui Pimenta, que defende Bruno, aguarda julgamento de habeas corpus impetrado no Supremo Tribunal Federal (STF) e diz crer na saída do goleiro da prisão, que, assim, aguardaria o júri popular em liberdade. O ministro Ayres Brito havia negado a liminar do habeas corpus, em dezembro do ano passado, e agora a 2ª Turma do STF deverá julgar o mérito dele, ainda sem data marcada.

mai
31

Mesmo com liberdade condicional concedida, goleiro Bruno continua preso

Autor 0    Categorias Brasil     Tags , ,

O goleiro Bruno foi condenado pela Justiça do Rio de Janeiro em 2010 a quatro anos e seis meses de prisão pelos crimes que teriam ocorrido em 2009. O juiz Wagner Cavalieri, da Vara de Execuções Penais de Contagem (MG), concedeu livramento condicional ao goleiro.

No entanto, o goleiro permanecerá preso na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, por conta de mandado de prisão preventiva expedido contra ele pelo Tribunal do Júri da cidade mineira.

Siga-nos no Twitter! Siga-nos no Twitter!
@blogdoserido

Twitter

    Últimas

    Arquivos

    Lista de Links

    Previsão do Tempo

    Visitas ao Blog do Seridó