Artigos da categoria Economia
abr
24

Mega-Sena: Aposta de São Paulo leva R$ 5,2 milhões

Autor 0    Categorias Economia     Tags

Um jogador acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1.593 da Mega-Sena realizado nesta quarta-feira (23), em Osasco (SP). O vencedor de Restinga (SP) vai levar o prêmio de R$ 5.259.292,04. A arrecadação total do concurso foi de R$ 26.206.082,00. Os números sorteados foram: 04 – 17 – 38 – 09 – 18 – 21 A Quina teve 136 acertadores e cada um vai levar R$ 11.281,23. Já a Quadra paga R$ 252,24 para cada um de seus 8.689 ganhadores. 

abr
23

Falta uma semana para terminar prazo da declaração do IR 2014

Autor 0    Categorias Economia     Tags

O prazo de envio da declaração de Imposto de Renda de 2014 termina em uma semana, na próxima quarta-feira (30), às 23h59min59seg. É preciso cuidado para não deixar para a última hora, pois pode haver lentidão nos computadores da Receita.

Um segundo depois do prazo já é considerado atraso. A multa para quem entrega a declaração fora do prazo é de 1% ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74, e o máximo é de 20% do imposto devido.

abr
22

Carros a gasolina desvalorizam mais

Autor 0    Categorias Brasil, Economia     Tags

Índice WebMotors

Carros abastecidos com gasolina sofreram, em média, 8,2% de depreciação no período de 12 meses entre março de 2013 e março de 2014. É a maior queda entre os tipos de combustíveis utilizados no mercado brasileiro. As informações são do Índice WebMotors, que analisa os dados dos cerca de 200 mil anúncios de usados e novos veiculados no site todo mês.

Os automóveis que utilizam apenas gasolina como fonte de alimentação são cada vez mais raros no mercado brasileiro, dominados por veículos bicombustíveis. A exceção são os importados. Contudo, essa lógica também já começa a mudar, uma vez que a BMW produzirá por aqui o Série 3 na versão 320i, com o motor flex. A Audi também é outra marca que estuda a adoção do etanol como alternativa para abastecer seus carros.

Ainda de acordo com o Índice, os veículos abastecidos a diesel sofreram uma depreciação de 6,8% no período. Vale lembrar que o Índice analisa apenas automóveis e comerciais leves. Os modelos flex vêm logo atrás, com 6,4%. Carros abastecidos somente a etanol tiveram uma desvalorização de 6,0% (veja tabela abaixo). Modelos movidos a gasolina, etanol e gás natural tiveram depreciação de 4,8%.

abr
16

BC: Economia tem 2ª alta, mas reduz avanço de 2,35% para 0,24%

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A economia brasileira subiu pelo segundo mês consecutivo, registrando alta de 0,24% em fevereiro em relação a janeiro. Mas isso significou uma desaceleração forte em comparação com o resultado de janeiro, quando o índice avançou 2,35% diante de dezembro.

Os dados, divulgados nesta quarta-feira (16), são do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado pelo mercado uma prévia do PIB (Produto Interno Bruto) oficial.

O BC também revisou os dados de janeiro: anteriormente havia divulgado alta de 1,26%, mas agora disse foram que 2,35% de crescimento. Na comparação com fevereiro de 2013, o IBC-Br avançou 1,63% e acumula em 12 meses alta de 2,41%, ainda segundo dados dessazonalizados (livres de influências típicas de certa época do ano). A avaliação geral dos agentes econômicos é de que a economia brasileira vai desacelerar neste ano.

abr
10

Juros sobem pela 10ª vez seguida e são os maiores desde 2012

Autor 0    Categorias Economia     Tags

As taxas de juros cobradas em empréstimos e financiamentos subiram em março, segundo pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Os juros médios cobrados dos consumidores tiveram alta de 0,04 ponto percentual, passando de 5,82% ao mês em fevereiro (97,16% ao ano) para 5,86% ao mês em março (98,05% ao ano). A alta de março foi a terceira do ano e a décima elevação seguida. O índice médio registrado é o maior desde agosto de 2012.

abr
9

Abertas consultas ao 4º lote de malha fina do IR

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A Receita Federal disponibilizará, a partir desta terça-feira (8), a consulta do 4º lote de malha fina do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física referente aos exercícios de 2013 (ano-calendário 2012), 2012 (ano-calendário 2011), 2011 (ano-calendário 2010), 2010 (ano-calendário 2009), 2009 (ano-calendário 2008) e 2008 (ano-calendário 2007).

O pagamento para 131.029 contribuintes acontecerá no dia 15 de abril, totalizando o valor de R$ 315.646.683,51 milhões. Esse total refere-se ao quantitativo de contribuintes de que trata o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 21.121 contribuintes idosos e 1.664 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Os montantes de restituição para cada exercício, e a respectiva Taxa Selic aplicada, podem ser acompanhados na tabela abaixo.

abr
9

Mega-Sena pode pagar R$ 2,5 milhões nesta quarta-feira

Autor 0    Categorias Economia     Tags

O concurso 1.589 da Mega-Sena, que será realizado nesta quarta-feira (9), deve pagar R$ 2,5 milhões para aquele que acertar as seis dezenas sorteadas. O sorteio será realizado em Osasco (SP), às 20h25 (de Brasília).

De acordo com a Caixa, com o valor do prêmio, o ganhador poderá comprar uma frota de 100 carros populares ou 6 imóveis de R$ 400 mil cada. Se quiser investir, aplicando o prêmio de R$ 2,5 milhões na poupança, receberá mensalmente cerca de R$ 13 mil.

abr
8

Repasse da conta de luz para o consumidor cai para R$ 1,7 bilhões

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta segunda-feira (7) a redução da quantia total que será repassada aos consumidores no aumento da conta de luz, mas não informou qual será o impacto do repasse do déficit na conta. O valor, que era de R$ 5,6 bilhões, passou para R$ 1,699 bilhão.

Trata-se da cota anual da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). Estes R$ 5,6 bilhões se referem ao deficit da CDE para cobrir as obrigações previstas para o ano, sem considerar as despesas de curto prazo das distribuidoras com energia térmica. O valor será repassado a partir dos próximos reajustes tarifários.

abr
6

Para 65% dos brasileiros, inflação vai aumentar

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A percepção do consumidor brasileiro com a trajetória dos preços dos produtos melhorou neste mês, no confronto anual, de acordo com o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), divulgado nesta sexta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O índice que mede a expectativa quanto à inflação aumentou 5,9% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado, atingindo 106,7 pontos. Lembrando que uma pontuação acima de 100 significa otimismo e abaixo dessa marca, pessimismo ou perda de confiança. Na comparação com março deste ano, o indicador teve leve alta, de 0,5%.

De acordo com a pesquisa, para 61% dos entrevistados, a inflação vai aumentar ou aumentar muito. Já 33% acham que a inflação não vai mudar e apenas 7% responderam que acreditam na diminuição da inflação. A expectativa de que a inflação vai aumentar ou aumentar muito está mais alta para os brasileiros que ganham até um salário mínimo (65%). Na outra ponta, 35% dos entrevistados que recebem mais de dez salários mínimos têm a mesma opinião.

mar
30

Falta 1 mês prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda

Autor 0    Categorias Economia     Tags

O prazo de envio da declaração de Imposto de Renda de 2014 termina em um mês, em 30 de abril, às 23h59min59seg. A declaração deve ser entregue pela internet. É possível fazer envio por computadores, tablets e smartphones. Não é mais permitido entregar em disquetes (apenas quem entregar depois do prazo poderá usar mídia removível, que terá de ser levada até uma unidade da Receita Federal). A multa para quem entrega a declaração fora do prazo é de 1% ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74, e o máximo é de 20% do imposto devido.

mar
26

Ovo de Páscoa está mais caro que em 2013

Autor 0    Categorias Economia     Tags

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), entre os motivos para a elevação de preços está a alta do dólar, que teve impacto no valor do cacau e do petróleo, matéria-prima de boa parte das embalagens. Os produtos têm saído das fábricas até 10% mais caros.

Basta dar uma volta pelos corredores dos supermercados de Caicó para ver que o coelhinho da páscoa está pegando pesado no bolso do consumidor. Quanto maior o ovo, maior o aumento para o consumidor, claro, e dependendo da marca escolhida, a disparada de preço pode ser ainda maior.

Campanhas em redes sociais estão sendo feitas tentando fazer com que as pessoas não comprem os ovos de páscoa de preços absurdos. Ao invés disso, presentear as pessoas com chocolate comum que tem o preço bem mais em conta. A tentativa pode causar a queda dos preços dos ovos.

mar
25

Agência de risco rebaixa nota de crédito para o Brasil

Autor 0    Categorias Brasil, Economia     Tags

Uma das principais agências de rating do mundo, a Standard & Poor’s (S&P), reduziu ontem a nota de crédito do Brasil para BBB- a menor possível entre o grupo de países com “grau de investimento”, isto é, aqueles carimbados como seguros para investidores institucionais e o mercado financeiro. Em pleno ano eleitoral, o governo Dilma Rousseff foi surpreendido pela notícia, porque acreditava ser capaz de impedir a decisão, que ameaçava o País desde o ano passado.

Em um duro comunicado, a S&P apontou para a deterioração da política fiscal, o baixo crescimento da economia, o uso de bancos públicos para sustentar os programas do governo, o adiamento do reajuste de energia e o abatimento das desonerações tributárias para o cumprimento da meta do superávit primário, expediente criado no ano passado.

mar
24

Gasto de brasileiros no exterior bate recorde

Autor 0    Categorias Economia     Tags

O gasto dos brasileiros no exterior bateu recorde para meses de fevereiro. Segundo números divulgados pelo Banco Central nesta segunda-feira (24), as despesas lá fora somaram US$ 1,91 bilhão no mês passado.

Despesas no exterior somaram US$ 4,03 bilhões nos dois primeiros meses deste ano. O recorde anterior, para meses de fevereiro, havia sido registrado em 2013 (US$ 1,86 bilhão). A série histórica do Banco Central para este indicador tem início em 1947.
mar
18

Pesquisa afirma que Brasileiro está mais preparado para compra

Autor 0    Categorias Economia     Tags

Pesquisa eletrônica da Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), mostrou que 93% dos consumidores brasileiros estão mais preparados para tomar decisões de compra do que há quatro anos. Participaram do levantamento 967 pessoas, entre os dias 10 de fevereiro e 5 de março.

Além disso, o levantamento indicou que, em relação a 2010, 84% dos consumidores estão mais conscientes sobre seus direitos e 65% sentem-se mais respeitados pelas empresas.

A relação com o crédito também evoluiu de forma positiva na opinião dos participantes: 80% declararam que o acesso está mais fácil hoje se comparado há 4 anos, enquanto 20% informaram que está mais difícil.

“A pesquisa mostra um amadurecimento do consumidor, sobretudo em relação ao uso do crédito e ao consumo. E esta evolução pode estar associada a um conjunto de fatores como mais acesso à informação, intensificação de ações de educação financeira por parte de agentes do mercado, e mais oportunidades de planejamento e de controle”, afirmou, em nota, Dorival Dourado, presidente da Boa Vista Serviços.

mar
18

Atenção: Preços dos alimentos deve subir

Autor 0    Categorias Economia     Tags

O aumento dos preços para os produtores (de 0,07% em fevereiro para 1,65% em março) é um indicativo de que os alimentos ao consumidor devem continuar a subir, afirmou hoje o superintendente adjunto de Inflação do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), Salomão Quadros. A alta do preço dos alimentos aos consumidores, item dentro do Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), foi de 0,61% para 1,21% neste mês. A alimentação no domicílio passou de 0,39% para 1,35%.

O principal fator para o aumento neste mês são as hortaliças e os legumes, que são produtos in natura e têm os efeitos repassados dos produtores para os consumidores mais rapidamente. A alta neste caso foi de 0,05% para 11,62%, com influência, por exemplo, do tomate e da batata inglesa (aumentos de 31,05% e 9,29%, respectivamente). “As matérias primas subiram, a indústria está começando a repassar os reajustes, mas o que está chegando muito rápido aos consumidores são os produtos in natura”, diz Quadros.

Entre os produtos industrializados, é mais evidente o aumento nos laticínios, efeito da alta do leite. O leite longa vida, por exemplo, passou de uma queda de 6,88% para retração de 0,76%, com tendência de alta. O avanço nos alimentos ao consumidor, no entanto, não é generalizada. O preço da carne bovina variou de 1,61% para 0,76% e do óleo de soja de 0,69% no mês passado para 0,48%.

mar
17

Governo adia alta de 20% na energia

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A ajuda que o governo está concedendo para as distribuidoras de energia pode pesar no bolso do consumidor. Segundo cálculos de consultores e analistas do setor de energia, se o governo fizesse o reajuste neste ano, de uma só vez, as tarifas aumentariam, em média, mais de 20%.

Além de pesar diretamente no orçamento doméstico, o aumento teria um impacto sobre a inflação de 0,56 ponto porcentual. O aumento da energia, sozinho, elevaria a inflação do ano para a casa de 6,56% – ou seja, acima da meta de 6,5%.

Os cálculos levam em consideração uma premissa: cada bilhão de gasto no setor de energia equivale hoje a cerca de 1% de reajuste na conta de luz. O analista da J. Safra Corretora, Sérgio Tamashiro, estima que cada R$ 1 bilhão de perdas representa 1,1% de elevação na conta de luz.

Como, do ano passado pra cá, a conta já soma R$ 21 bilhões, a alta chegaria a 23% nas tarifas de energia, sem considerar o reajuste de inflação.

mar
15

Tarifa de luz pode subir mais se leilão do próximo mês não for bem sucedido

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A conta do setor elétrico este ano será mais salgada para o consumidor do que o estimado pelo governo, se o leilão de energia marcado para abril não for bem-sucedido.

Pelo programa de socorro às distribuidoras de energia, anunciado ontem, as empresas terão de tomar emprestados R$ 8 bilhões, que serão integralmente repassados às tarifas a partir de 2015 para viabilizar o resgate da dívida assumida. Mas, no mais recente leilão semelhante, promovido pelo governo em dezembro, a oferta de energia não chegou nem à metade da necessidade de contratação das distribuidoras. O mercado atribui o fracasso ao preço-teto da energia, artificialmente baixo, que espantou as empresas.

Ontem, a CCEE anunciou que o preço da energia novamente atingiu o teto e deve ser comercializado até o fim da próxima semana pelo valor de R$ 822 – 71% mais que o esperado pelo governo no leilão de 25 de abril.

mar
14

Consumidor pagará mais na conta de luz em 2015

Autor 0    Categorias Economia     Tags

Os consumidores pagarão, a partir de 2015, R$ 8 bilhões do total de R$ 12 bilhões das despesas com o uso das usinas térmicas e com o plano de socorro às distribuidoras de energia. A medida foi anunciada  pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e pelo secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann. “Vamos tomar medidas para dividir o ônus entre a União, os consumidores e sistema elétrico”, disse Mantega.

mar
12

Preço do tomate volta a subir. Alta chega a 60%

Autor 0    Categorias Economia     Tags

Em 2013, o tomate foi considerado o vilão da inflação. Agora, o preço voltou a subir devido à estiagem que atingiu as regiões produtoras do país. As cotações do produto já têm alta de 60%.

No maior entreposto da América Latina, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), em São Paulo, os preços dos legumes registraram alta de 33%. O tomate ficou 67% mais caro em fevereiro. A vagem também teve alta de 67%, e o pimentão verde, 60%. A abobrinha italiana azumentou 49% e o chuchu, 46%.

Entre as frutas, as maiores altas foram da uva niagara, da melancia, da manga tommy e do melão amarelo. Entre as verduras, coentro, alface e repolho subiram mais de 100% no mês passado. No caso do tomate, mesmo com a forte alta, o preço em torno de R$ 3,20 pelo quilo em fevereiro é menor que os R$ 4,00, em média, cobrados no atacado no mesmo período em 2013.

mar
11

Produção de veículos cresce 18,7% em fevereiro

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A produção de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus no Brasil cresceu 18,7% em fevereiro, em relação a janeiro, atingindo a marca de 281,5 mil veículos, informou a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) nesta terça-feira (11). Na comparação com fevereiro de 2013 o resultado também foi positivo, com um aumento de 16,9%. Naquele mês, haviam sido fabricadas 240,8 mil unidades.

Entre março de 2013 e fevereiro de 2014 foram produzidas 3,70 milhões de unidades, um aumento de 5,5% em comparação as 3,51 milhões de unidades registradas entre março de 2012 e fevereiro de 2013.

mar
10

Receita libera hoje novo lote de restituições retidas na malha fina

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A Receita Federal libera, a partir das 9h desta segunda-feira (10), a consulta ao terceiro lote de restituições do Imposto de Renda 2013 que ficaram retidas na malha fina. A liberação inclui também dados de outros anos: 2012 (ano-calendário 2011), 2011 (ano-calendário 2010), 2010 (ano-calendário 2009), 2009 (ano-calendário 2008) e 2008 (ano-calendário 2007).

O pagamento para 994 contribuintes acontecerá no dia 17 de março, totalizando o valor de R$ 6,7 milhões. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146.

mar
8

Preço do tomate volta a subir no país e pode bater recorde

Autor 0    Categorias Economia     Tags

O preço do tomate voltou a subir em diferentes regiões do país, assim como aconteceu no ano passado. Em algumas regiões do Brasil, o preço do quilo chega a passar de R$ 7. O motivo da alta deste ano é a seca que atrapalha o plantio do fruto. “Ano passado nós tivemos excesso de chuvas no início do plantio e esse ano o contrário: nós tivemos a seca atrapalhando esse mesmo plantio”, disse o agrônomo Pierre Vilela.

mar
6

Se seca continuar, pode afetar o mercado de café

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A Organização Internacional do Café (OIC) espera que o mercado global do produto se torne deficitário no ciclo 2014/15 se a seca no Brasil continuar. “A OIC está esperando seu primeiro déficit em cinco anos se a seca continuar”, disse nesta terça-feira o diretor de operações da entidade, Mauricio Galindo, no intervalo de um seminário da OIC.

A organização não tem uma previsão para a oferta 2014/15. A produção mundial na temporada 2013/14 foi estimada em 145,8 milhões de sacas de 60 kg.

mar
1

FPM de fevereiro foi 22% superior ao mesmo período do ano passado

Autor 0    Categorias Economia     Tags

Foi creditado ontem (28) nas contas das prefeituras brasileiras o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao terceiro decêndio do mês de fevereiro de 2014. O montante será de R$ 1.487.720.923,40, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, ou seja, incluindo a retenção do Fundo, o repasse é de R$ 1.859.651.154,25.

Em comparação ao repasse de fevereiro de 2013, o decêndio teve um crescimento expressivo, de 22%, em termos brutos e nominais, sem considerar a inflação. O acumulado dos decêndios de fevereiro de 2014 é de R$ 8,536 bilhões, enquanto que, no mesmo período do ano anterior, o acumulado ficou em R$ 8,571 bilhões.

Em termos reais, houve uma queda de 0,4%. No ano de 2014, o FPM soma R$ 16,104 bilhões, enquanto que no mesmo período do ano anterior o acumulado ficou em R$ 14,981 bilhões. Em termos reais, o crescimento é de 7,5%.

fev
28

Brasil: País pode cair para 9ª posição entre maiores economias

Autor 0    Categorias Economia     Tags

Até o final de 2014, o Brasil pode cair da sétima para a nona posição entre as maiores economias do mundo em termos nominais. A estimativa é da Economist Intelligence Unit (EIU), braço de inteligência da revista The Economist, e foi revelada hoje por uma reportagem do site de Veja.

Se o Brasil crescer 1,7% este ano, como estimado pelo mercado, e o dólar ficar em uma média de R$ 2,44, como prevê o governo no Orçamento, o PIB do país vai cair de US$ 2,2 trilhões para US$ 2,1 trilhões. Isso colocaria o Brasil atrás da Índia (US$ 2,15 trilhões) e da Rússia (US$ 2,24 trilhões), que devem crescer 6% e 2,8% este ano, respectivamente, de acordo com as projeções atuais.

fev
27

Nova taxa básica de juros deixa financiamento do carro, eletrodoméstico e cheque especial mais caros

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A nova taxa básica de juros é de 10,75% ao ano. O novo patamar foi divulgado nesta quarta-feira (26) pelo Banco Central após fim da reunião do Copom (Comitê de Política Monetária). Com a subida, o uso do cheque especial e o financiamento do automóvel ficaram mais caros.

No caso da compra de um veículo de R$ 25 mil parcelado em 60 meses, com a Selic anterior em 10,5%, o valor da parcela era de R$ 666,25. No fim do período, o carro sairia por R$ 39.974,88.

Com a nova taxa básica de juros, o financiamento do mesmo carro em 60 meses sai com parcelas mensais de R$ 669,60 e o custo chega a R$ 40.176,07 após o pagamento de todas as prestações, uma diferença de R$ 201,19. O estudo é da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). Segundo a entidade, o efeito da subida da taxa básica de juros é muito pequeno nas operações de crédito.

fev
27

Segundo IBGE, PIB cresce 2,3% em 2013

Autor 0    Categorias Economia     Tags

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro registrou aumento de 2,3% em 2013 ante 2012, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ao anunciar o resultado das Contas Nacionais Trimestrais. O resultado veio no teto do intervalo das estimativas dos analistas consultados pelo AE Projeções (de 2,07% a 2,30%). A mediana era de 2,20%.

No quarto trimestre de 2013, o PIB cresceu 0,7% em relação ao trimestre imediatamente anterior, resultado que ficou acima das estimativas dos analistas, que previam desde estabilidade a alta de 0,55%, com mediana de 0,23%, nessa comparação. Na comparação com o quarto trimestre de 2012, o PIB apresentou alta de 1,9% no quarto trimestre de 2013, vindo acima das estimativas coletadas pelo AE Projeções, que variavam de 1,07% a 1,80%, com mediana de 1,50%.

O PIB do quarto trimestre do ano totalizou R$ 1,290 trilhão. Com esse resultado, o PIB de 2013 somou R$ 4,838 trilhões.

fev
25

Ligações de telefones fixos para móveis vão ficar mais baratas

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou no Diário Oficial da União, as novas tarifas de remuneração de redes móveis, que vão determinar uma redução de 13% em média do preço das ligações de telefones fixos para celulares a partir do próximo mês. A expectativa da Anatel é que os novos valores nas chamadas de fixo para móvel gerem uma economia anual para os consumidores da ordem de R$ 2,1 bilhões.

Com as mudanças, o preço médio das ligações locais de fixo para celular passará de R$ 0,45 para R$ 0,39 por minuto. O preço médio das ligações interurbanas feitas de fixo para móvel com DDD iniciando com o mesmo dígito (exemplo: DDDs 61 e 62) passará de R$ 0,93 para R$ 0,80, e o preço médio das demais ligações interurbanas de fixo para celular passará de R$ 1,05 para R$ 0,92.

A redução é resultado do Plano Geral de Metas de Competição da Anatel, aprovado em 2012, e abrange chamadas da telefonia fixa para celular, sejam ligações locais ou de longa distância, originadas nas redes das concessionárias da telefonia fixa (Oi, Telefônica, CTBC, Embratel e Sercomtel) destinadas às operadoras móveis. A Anatel diz que novas quedas de valores estão previstas para 2015.

fev
18

Real perde poder de compra, e nota de R$ 100 vale só R$ 22,35

Autor 0    Categorias Economia     Tags

Ao longo de quase 20 anos do Plano Real, a inflação acumulada desde 1/07/1994 até 1/2/2014, medida pelo IPCA, foi de 347,51%.  Assim, um produto que custava R$ 1,00 em 1994 custa hoje R$ 4,47. O matemático financeiro José Dutra Vieira Sobrinho afirma que, em decorrência desse fato, a cédula de R$ 100,00 perdeu 77,65% do seu poder de compra desde o dia em que passou a circular.

Com isso, o poder aquisitivo da nota de R$ 100,00 é hoje de apenas R$ 22,35. A perda desse poder aquisitivo é calculada por uma fórmula matemática na qual se divide o valor nominal da moeda pela taxa de inflação somada a 1.

fev
17

Atenção: Conta de luz vai aumentar

Autor 0    Categorias Economia     Tags

A seca do início deste ano reduziu o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas e forçou o governo a acionar as termelétricas, que são mais caras. O custo extra com esta operação será repassado, de acordo com reportagem da Folha publicada neste domingo.

A ideia inicial era dividir metade com o governo e metade com o consumidor, mas como o número só aumenta, o governo deve arcar com uma parte maior. O aumento deve ocorrer só em 2015. O custo das termelétricas em 2013 ainda não foi repasado, apesar de uma alta de 4,6% na conta de luz já ter sido confirmada para este ano.

O Tesouro assume a despesa das termelétricas desde o ano passado, com o compromisso de repassar o custo extra para as tarifas gradualmente ao longo dos 5 anos seguintes. A estratégia é parte do programa anunciado em setembro de 2012 pela presidente Dilma para cortar em média 20% do valor das tarifas elétricas no país.

Página 1 de 2112345...1020...Última »
Siga-nos no Twitter! Siga-nos no Twitter!
@blogdoserido

Twitter

    Últimas

    Arquivos

    Lista de Links

    Previsão do Tempo

    Visitas ao Blog do Seridó